Cartas que não te entreguei #9

17:08

   Querido Amigo,

   Hoje debaixo de chuva vi rotina, vi frio e vidas se cruzando. Então bateu aquela nostalgia e comecei a lembrar de certo amigo que conheci em invernos passados, mas que depois desapareceu, daí me veio à mente escrever mais essa carta. Sei que você pode me ajudar, por favor, me ajude a encontra-lo. Vou te dizer como ele é...

   Bem, ele parece ser uma pessoa comum, mas não se engane, pois ele é Um em 7 bilhões. Quando ele se move, move o mundo junto, move olhares, movimenta sentimentos. Bons ventos sempre o acompanha. Com apenas um olhar ele consegue “sim”. Seu sorriso é “efeito borboleta” - pois assim como um simples bater de asas de uma borboleta pode causar desordem -, o sorriso dele causa desastre no meu coração; turbilhão e implosão de emoções. Ele tem superpoderes. Me congela com um olhar, eletriza com um toque, embaraça todos os sentidos e consegue me fazer voar. Não precisa nenhum esforço. Basta existir, basta respirar.

   Nenhum valor no mundo é cabível como recompensa, mas PROCURA-SE. Então, se o ver por ai... Diga para ele, amigo: Ainda sinto saudades.   

Uma Amiga


Vai gostar também...

0 recadinhos