Cartas que eu não te entreguei #11

15:35

Para ler ao som de Contrastes da Vida - Charlie Brown Jr
Contrastes da Vida by Charlie Brown Jr on Grooveshark



    Querido Amigo,
   
     Eu me rendo. Não te esqueci. Mas quer saber? Já quebrei promessas antes e a vida segue. Nesse meio tempo percebi que, ainda que tentemos o que é inesquecível não se apaga. Não aprendi a lidar com a saudade e com o que as lembranças insistem em trazem a tona. O tempo passa, a saudade fica. Mas descobri que fingir ajuda. Por isso finjo que não me importo, finjo que já não dói, finjo que não sinto falta. Atuo tão bem que em instantes eu chego a acreditar.

     Não, não me arrependo de te encontrar, nem do momento da despedida, não agora, e por isso ainda te escrevo. Como uma forma de te guardar com coisas boas, sem rancor, sem dor.  No meu coração, como a caixa de Pandora, não guardo mágoa, não há mais sentimento ruim em mim. Mas droga!  A esperança permanece. E Aqui estou eu, aguardando na linha de chegada quem chega primeiro, você ou o desapego.

     Penso em quantas cartas será necessário para conseguir escrever tudo o que há para te dizer. Mas quer saber? Não. Esquece... No fim você tem tanto de mim e eu a versão imaginée de você. Deixe estar. Um dia eu (re)aprendo a ser completa. Se você não trouxer a parte que levou me modifico, transmudo. Faço o que for preciso, mas reconstituo o nada que você deixou. Não é a madrugada, a lua, nem remédios que me desestabilizou essa noite... Foi você. É você. Brindemos ao o que você causou em mim; Ao sem Cia, ausência.

Uma Amiga

Vai gostar também...

1 recadinhos