Cartas que não te entreguei #5

15:08



Querido Amigo,


Hoje me deu uma vontade louca de esquecer tudo; as responsabilidades, as pessoas a quem tanto me dedico e que retribuem com merdas. Grrr! Vontade de mandar tudo e todos irem... Para o espaço! Aliás, era lá que eu queria estar, no vácuo, sem ninguém, sem som se propagando. Mas talvez você pense: “Impossível ser feliz estando só”. É, talvez. Porém, é exatamente assim que tenho estado aqui. Sozinha; E na verdade eu até gosto de ‘ser’ só, mas ‘estar’ me incomoda um pouco. 

Me perdoa, você não deve estar entendendo nada. Acho que não estou muito em mim, talvez eu tenha exagerado nos tranquilizantes, sei lá, whatever! 

Quer saber? Talvez no meu estado normal eu nunca consiga dizer certas coisas. Então, espero selar essa carta e enviar-lhe antes que meus neurotransmissores estejam em equilíbrio...

Você não sabe, mas ultimamente tenho consumido mais livros que o normal, com o objetivo de esquecer, te esquecer. Ouvi por ai que livros ajuda, pff, inútil pra esse proposito! Mudei diversas vezes meu cabelo; Pintei, cortei, repintei, mas não mudou em nada o que sou e muito menos o que ainda sinto. Já preenchi todas as paginas da minha agenda, disseram que escrever também ajuda a esquecer, que nada! E sinceramente não sei quem é mais retardado... Quem me mandou fazer essas coisas ou EU! Não é fácil apagar assim, não quando ainda se tem dúvida. Então, amigo, por favor, dê-me um sinal. 


Uma Amiga




Vai gostar também...

0 recadinhos